quinta-feira, 26 de agosto de 2010

 Só não queria dizer Adeus. É que eu tinha tanto pra contar! ♪

Enfim, tudo mudou. No momento o que eu mais queria era apagar tudo, apagar completamente! E assim não haveria nada que me puxasse de volta pra cá. Entretanto, isso não me é possível. Por muitas vezes, o que o a razão ordena o coração não compreende e é preciso desobedecê-la. Coração, me guie! Agora eu saio desse mundo pra finalmente assumir o que é só meu. Não terá mais volta. Me despeço dessa dor, pois já não há mais nada que me force a ficar aqui. Eu já disse o que queria dizer. Já fiz o que precisava ter feito. Agora é minha vez de ir embora! Aquela pessoa que você conhecia, não verás mais. Com um aperto no peito, mas com um sorriso no rosto, sigo meu caminho o qual já não é mais comum ao seu. Hasta la vista!

3 comentários:

  1. Caramaba, adorei! É um sentimento que vem a tona quase sempre e a gente não consegue expressar direito. Você explicou com tanta facilidde. Muito legal, gostei muito *-*

    ResponderExcluir
  2. Mudar faz bem, mas cuidado, ás vezes pegamos caminhos que não nos permitem voltar. Se é o que eu estou pensando, isso nn se trata de um texto ficcional, é bem realista pro meu gosto. Te bastante emoção, e principalmente coração!
    Gostei do blog, te vi no meu, e resolvi entrar.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Você me seguiu, aqui estou!
    Gostei do texto. Demonstra que mais uma vez ser guiada somente pelo coração não é a solução. O coração é traiçoeiro e engana como uma cigana. Gostei. Quando puder, estarei aqui. Beijos!

    ResponderExcluir